Fale conosco

Precisa de um Orçamento?

Entre em contato e venha fazer uma parceria de sucesso.

Publicado em 01 de dezembro de 2023
Jornal Contábil

Fim de ano: quais são os principais gastos que endividam os brasileiros

Com o fim do ano chegando, os brasileiros se preparam para o amigo secreto, a compra de presentes, as confraternizações, viagens em família, ceias de Natal e Réveillon.

São muitos eventos que podem tirar o orçamento da rota e trazer dívidas para o novo ano, comprometendo a renda por algum tempo.

Apesar do 13º salário, o fim do ano vem acompanhando de muitos gastos, deixando muita gente atrapalhada e endividada.

“É preciso ter cautela e um planejamento financeiro eficiente”, alerta Thaíne Clemente, executiva de Estratégias e Operações da Simplic, fintech de crédito pessoal 100% online.

Quais as principais despesas?  

Presentes para amigo secreto e familiares

Eventos sociais, como amigo secreto e confraternização entre funcionários, são comuns e até esperados no fim do ano.

O ideal é estipular um valor para gastar com essas lembranças sem peso na consciência. A dica vale também para festas em família; aqui, fique atento e seja realista quanto ao seu orçamento para não contrair dívidas desnecessárias.

Ceia de Natal e Ano Novo

A hora mais esperada da noite é, sem dúvida, a ceia de Natal, momento em que todos se reúnem para ter a melhor de todas as refeições em família.

Mas é também a época do ano em que os alimentos estão com os preços mais altos, especialmente aqueles tradicionais da celebração.

“Pesquisar os preços das bebidas e dos itens não perecíveis é essencial, até mesmo comprar antes, se possível. Caso a comemoração seja grande, cada um pode contribuir com um valor ou um prato para não pesar no bolso de nenhum convidado”, alerta Thaíne.

Viagens e passeios

Após um ano corrido, com trabalho, escola e outros eventos, uma viagem ou um passeio prolongado é o merecido descanso que todos almejam.

A solução é se programar, comprar pacotes de viagem e ingressos de atrações antecipadamente. Assim, ao chegar, já estará tudo pago.

Dica bônus para entrar em 2024 de branco e não no vermelho

Thaíne recomenda algumas ações essenciais para não contrair dívidas no último mês do ano.

A primeira é: tenha uma planilha com todas as suas fontes de renda e despesas, ou use um aplicativo para controle financeiro. Dessa forma, é possível ter uma visão geral dos gastos e percorrer o caminho do dinheiro, entendendo quanto está sendo gasto em cada categoria e quanto está sobrando.

A especialista indica também quitar dívidas, se for possível; afinal, para fazer uma nova compra sem se atrapalhar, é ideal estar com as contas em dia.

Além disso, sempre prefira fazer compras à vista, escolhendo itens que caibam no seu orçamento. Se comprar um presente caro, opte por comprá-lo com antecedência para evitar que as parcelas te acompanhem até o final do ano.

Por último, Thaine recomenda usar o dinheiro extra com sabedoria.

“Se estiver com os débitos em dia, prefira usar o 13º salário para formar sua reserva de emergência e fazer o planejamento financeiro para os gastos do início do próximo ano. E continue usando a planilha de gastos ou app”, finaliza.

Compartilhe nas redes sociais
Facebook Twitter Linkedin
Voltar para a listagem de notícias